Sun Orange

Abri a janela e cheirou-me de repente a Primavera. Ainda era Fevereiro. O torpor de todas as coisas difíceis deste Inverno fragmentou-se naquele momento. Um segundo inesperado de ar diferente, de cheiro a prometer quente, e as indecisões, as mensagens por responder, as promessas por cumprir, as noites a ouvir chuva sozinha, os jantares que me souberam a cinza, as olheiras profundas do meu pai, as contas que não bateram certo, os nomes que apaguei da lista, os anjos que me falharam, as tardes em que o silêncio foi a única resposta, nesse segundo, desapareceram. É isto, a renovação. Largar. Vai ficar tudo bem, porque acordar com o sol e o cheiro das flores a acontecerem lá fora inspiram o recomeço. Viver no momento, reconhecê-lo quando acontece, e estar grata por continuar a saber ter esperança. A felicidade em pedacinhos de Primavera. Saber que o melhor está adiante.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s